· Procuraremos ser flexíveis e adoptar uma atitude prospectiva no sentido de tentar antever os problemas, equacionando-os como uma oportunidade de crescimento; 

· Estaremos particularmente atentos por forma a evitar que as nossas decisões afectem quem tem, ou quem deveria ter, algum tipo de direito;

· Assumimos manter o forte compromisso da cultura Novafoco com a igualdade de oportunidades, recorrendo aos colaboradores mais talentosos  independentemente da sua origem, cultura, raça ou sexo;

· Respeitaremos a responsabilidade social da organização;

· Perseguiremos o conceito de eficácia como desenvolvimento qualitativo dum procedimento eficiente;

· Perspectivaremos o desenvolvimento organizacional sem perder de vista os princípios da Abordagem Sistémica, Chiavenato (1983);

· Tentaremos manter a Novafoco como uma organização altamente perceptiva utilizando os erros como factor de desenvolvimento ou seja procedendo à sua correcção através da alteração das normas que os causaram;

· Procuraremos incrementar processos que visem promover uma tomada de decisão participativa;

· Promoveremos  a adhocracia e o federalismo como forma de organização;

· Assumiremos a comunicação organizacional como factor extremamente importante para um funcionamento eficaz da organização;

· Manteremos a implementação dos processos de controle que permitam verificar se os objectivos fixados no planeamento foram atingidos e as estratégias e planos cumpridos;

· Contudo, consideramos que estas responsabilidades devem ser partilhadas com todos os membros da organização, comissão pedagógica, formadores, formandos e outros colaboradores no processo formativo, pois todos nós, independentemente do papel que cada um desempenha, têm a mesma responsabilidade básica: ajudar os outros, ou a organização em si mesma, a alcançar os seus objectivos;

Infante.png
Monday the 18th. Designed by Cajó